domingo, 30 de dezembro de 2007

1980 OSFA

Esse trabalho social é uma iniciativa holandesa, mantida por Klass Marius van de Raa e sua esposa. Trabalhavamos alfabetizando as criancas pequenas e profissionalizando os maiores. A organizacao na época (e creio que até hoje) era ajudada pelo povo holandes de muitas formas, uma delas a "adocao" .



Muitas criancas e familias foram ajudadas a se escolarizar e a ingressar no mercado de trabalho, o que de outra forma nao teria acontecido. É um trabalho pontual, localizado, mas que dá frutos.

3 comentários:

Mvaz disse...

Oi Miriam. Que saudades! Não consegui falar contigo nem no tel nem no cel. Me liga quando voltar de Campinas. Passei na frente da sua casa e deu muita vontade de falar contigo. Beijão Marina Vaz

Anônimo disse...

Queria antes de mais nada dar os parabens porque essa ideia do blog é muito boa, precisamos de informacao. Nao é que agente nao sabe o que esta acontecendo, todo mundo sabe mas nao da pra ter ideia da gravidade da coisa, parece que quando mataram aqueles 5 criancas no Rio todo mundo ficou chocado, mas depois passou, parece que ficou comum ver as criancas por ai. Corta meu coracao ver, mas quando digo que parece que ficou comum é porque logo eu esqueco e continuo a minha vida como se nao fosse problema meu. No fundo nem sei se é mas se a gente pode ajudar de alguma forma porque nao ajudar? é melhor do que ficar dando esmola.
Obrigada pelo blog.

Mírian ღ ღ disse...

Obrigada por participar!
Voce tem razão, a questão todo mundo sabe que existe, o tamanho do problema ninguem tem realmente ideia. Nao sei se voce sabe mas muitas dessas criancas nem existem do ponto de vista legal, porque nao foram registradas, por isso sao chamdas tambem de criancas invisiveis! Essa é uma das razoes da dificuldade de dimensionar o problema. Nem ao menos as estatisticas são corretas!
As criaças que morreram no Rio foram 7, e concordo com voce que muitos ja se esqueceram infelizmente. Mas nós estamos aqui para lembrar e para tentar ajudar.
As vezes parece mesmo que não é problema nosso, mas é sim. O mundo é o seu mundo, o problema de um é o problema de todos, no sentido de que afeta a todos. A criança de rua de hoje pode ser o adulto que vai agredir seu filho amanha. Ou que vai agredir voce ate mesmo hoje.
Vamos la entao, fazer o que nos cabe fazer, não por medo ou obrigacão mas para dividir um pouco o que temos para dar amor a essas crianças que estao morrendo diante dos nossos olhos!
Para mostrar misericordia nesse mundo em que muitos parecem nao se importar! Voce pode fazer a diferença!